04 junho 2005

Autonomia e Coerência


Angeli - Folha de S. Paulo, 31 de maio de 2005

Em belíssima homenagem ao amigo Leandro Konder - durante os trabalhos da Jornada Leandro Konder, na UNESP, em 1998 -, Carlos Nelson Coutinho afirmou que ao amigo sempre sobraram duas características marcantes, fundamentais a quaisquer indivíduos que se queiram ouvir, requeiram lugar na batalha das idéias e das ações: quais sejam: a autonomia e a coerência. A autonomia é vital para que não sigamos modismos e caiamos nos ecletismos, passageiros e tão sedutores. Já a corência baliza nossos pensamentos e nossas ações, permite a autocrítica e rejeita o enrijecimento das posições. Nesse sentido, imagino que se possa dizer - da composição dialética que totalizam as experiências de coerência e autonomia - que a união dessas marcas vitais determina e torna visível nossa identidade, nossa forma de ver o mundo, distinguir-se nele, partilhar, ser convocado a dizer, fazer, transformar...

Angeli, em momento de crise das esquerdas e de andanças sofríveis do governo federal, foi feliz na charge do último dia 31 de maio na Folha de S. Paulo. Parabéns, Angeli. Você é mesmo um grande mestre das charges, do humor e da crítica social, humana...