10 julho 2006

Momentos de Iusão - A. Vicente / F. Franchini

"O beijo", de Élia Laranja


Eu andava no meio da rua sem ter o que fazer
Procurando alguém que eu possa até compreender
Solidão, de solidão não quero morrer não,
Beijando alguém que não fecha os olhos eu estou vivendo momentos de ilusão,

Entre taças de vinho e veneno
Pensando em você eu apago a luz
Entre taças de vinho e veneno
Algo que me conduz
Ao som de um blues


Diversão, diversão é o que todo mundo quer
Grandes conquista e grandes amores
São grandes riscos, aposte o quanto puder,
Solidão, de solidão não quero morrer não,
Beijando alguém que não fecha os olhos eu estou vivendo momentos de ilusão,

Entre taças de vinho e veneno
Pensando em você eu apago a luz
Entre taças de vinho e veneno
Algo que me conduz

Entre taças de vinho e veneno
Pensando em você eu apago a luz
Entre taças de vinho e veneno
Algo que me conduz

Entre taças de vinho e veneno
Pensando em você eu apago a luz
Entre taças de vinho e veneno
Algo que me conduz