30 março 2007

Rosa dos Ventos


Ouvi, cantei e me emocionei centenas de vezes com esta canção. Apesar de ela nunca ter sido gravada (não há registros oficiais de um terceiro álbum da Banda Taffo!), sua letra atravessou minha memória por toda a adolescência, desde que a ouvi pela primeira vez, em programa televisivo, o antigo programa Livre, do SBT (sim, havia um bom programa na emissora de SS...)
Anos depois, no território sem fronteiras da Internet, assisti à mesma apresentação no You Tube, e novamente me emocionei. A letra de "Rosa dos Ventos" - em especial, o belíssimo e contagiante refrão -, conquanto simples e até muito ingênua, me tornou um sujeito possível e lapidou em mim, desde cedo, o caráter socialista. Sinto-me feliz agora em partilhá-la com meus leitores. É isso.

Por ser tão jovem acredito
Que as portas vão se abrir pra mim
Que deve haver uma saída
Longe do caos, longe do fim

Eu não nasci pra ser vítima
De um destino traçado na dor
Nem pretendo ser bandido
Por falta de amor

Ninguém vai me tirar o coração
O mundo vai mudar com as nossas mãos ....
As coisas que eu fiz de errado
Procuro esquecer
Passado é só um aprendizado
Que me ajuda a crescer
Agora é hora de escolher
Saber quanto sou capaz
Prefiro então andar pra frente
Do que andar pra trás
Ninguém vai me tirar o coração
O mundo vai mudar com as nossas mãos ....

23 março 2007

Carta de Amor

Andar só e não estar só
Sonhar o sonho dos ausentes
Para reparti-lo na chegada
Compor a imagem do que não se vê
E vislumbrar outros caminhos que nos levarão
Abraçar a alma alheia
Como se fosse minha
Estendendo a mão para quem passa
Sonhar um sonho com o nome de Revolução
Pois amar é um ato revolucionário
E só faz a Revolução
Quem souber amar
Pedro Munhoz
MST