09 outubro 2007

Che, por mais 40 anos de esperança

Por que será que o Che
Tem este perigoso costume
De seguir sempre renascendo?
Quanto mais o insultam,
O manipulam
O atraiçoam
Mais ele renasce.
Ele é o mais renascedor de todos!
Não será porque Che
Dizia o que pensava e fazia o que dizia?
Não será por isso que segue sendo
tão extraordinário,
Num mundo onde palavras
e atos tão raramente se encontram?
E quando se encontram
raramente se saúdam
Porque não se reconhecem?

(Eduardo Galeano, intelectual - no extremo sentido do termo - e ensaísta uruguaio, autor do consagrado "As veias abertas da América Latina")