08 novembro 2008

Dúvidas

"Heroic Roses", do genial Paul Klee
Já me foi dito
que entre a casa e a rua
o mundo é meu cobertor
Também já me disseram que
entre o sim e o não
a aposta deve ser no sim
pois é a única forma de vencer
Dúvidas persistem
medos
avalanches de sentimentos
confusos
loucos
doídos
vazios
Perfuro minh'alma
nada vejo
nada sinto
nenhum sinal
ventos de inquietude
caminho para o lar
sem saber para onde ir
Amores e desamores
préstimos

insistência
idas e vindas
coração em pedaços
dilacerado pelo desconcertante
ritmo de minhas não-palavras, não-atitudes
Vejo o vermelho do céu
fim de tarde
nova aurora
Já me cantaram que tudo isso
trata do resto da noite
empurrando a saia do dia
Coração rubro
coragem eterna
velhos ideais
novas histórias