22 setembro 2009

Rebeldia-alma

"...", fotografia de José Luis Cunha

Um corte profundo
dor, a inevitável cicatriz
suores e fantasias
a transferência indesejada do desejo

Contenção, coerção, condução
um tiro é dado no escuro
pés, mãos, faces a disposição
O medo menor que o horror
o sonho como passageiro
tranquilo, perene, etéreo-eterno

Trago comigo a paz insistente
a inquieta fome da rebeldia-alma
calor, calor, calor

A coragem é escudo
posiciona-se diante do mundo
grande - coração iluminado

Beijos, movimentos e preces
um pedido de calma
ver a vida, enfim - praia adentro