07 outubro 2009

Tempo para o tempo - reconstruir

"Na ânsia de controlar o pensamento, o homem separou uns dos outros os diferentes aspectos da realidade, isolou os objetos ou fenômenos de seu ambiente; tornou-se incapaz de integrar um conhecimento em seu contexto e no sistema global que lhe dá sentido. O homem acreditou que o progresso e o desenvolvimento eram as soluções para tudo, e esta simplificação teve um alto custo para o planeta. Todo conhecimento da realidade não animado e controlado pelo paradigma de complexidade destina-se a ser mutilado e, nesse sentido, a carecer de realismo."

EDGAR MORIN