21 julho 2012

Sob a chuva

A atriz Marjorie Estiano, fotografada por Autumn Sonnichsen, 
em ensaio para a Revista Trip


Em meio aos mundos
d'água, dou passos
leves e evito
molhar os sonhos.

Andar sob a chuva é
um itinerário entre
o pensamento que quer
e a reflexão sobre o que se quis
um dia, todo dia,
pelos dias...

A boca seca é
o paradoxo das sensações
e a negação do alívio.

Engulo sem querer
tido tipo de profanação,
da recusa da mulher
mais bonita do mundo aos
desejos que insistem em
me castigar.

Andar sob a chuva
é não esquecer que
um amor novo explode
todo dia no meu peito -
um amor que só vê, sente e quer a Lua.