01 dezembro 2014

Pedaço de beijo


Houve um pedação
de um beijo
que se perdeu

Vivi acreditando
em beijos roubados
e no prazer
indescritível
do ato da paixão
proibido

Soube depois
de viver um
bom tanto
que não existem
paixões secretas
nem beijos roubados
que sobrevivam
à falta de coragem

O único
e insubstituível
ímpeto de
amor é a
coragem

Se beijos
não se roubam
lábios
não se sentem
prazeres
não se prolongam
é da falta de
coragem
que se fala
que se percebe
que se tudo
um pouco muito

O pedaço do
beijo que me
ficou
decidiu então
navegar
e foi buscar
uma nova
e só sua
utopia